Nenhum rio é apenas um curso d’água,

esgotável sob o prisma da hidrologia.

Um rio é uma entidade vasta e múltipla.

Compreende as margens, as áreas de inundação,

as zonas de captação, a flora, a fauna,

as relões ecológicas, os espíritos, as lendas, as histórias.

(Mia Couto)

No princípio era sol, sol, sol

O Amazonas não estava pronto

As águas atrasadas

derramavam-se em desordem pelo mato.

O rio bebia a floresta.

(Raul Bop)

Sou homem de tristes palavras.

De que era que eu tinha tanta, tanta culpa?

Se o meu pai, sempre fazendo ausência:

e o rio-rio-rio, o rio – pondo perpétuo

(…)

o rio por aí se estendendo grande, fundo, calado que sempre.

(Guimarães Rosa)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: